segunda-feira, 22 de setembro de 2014

CLIQUE E VEJAM + 20 GIF's





http://bomdiasenhoritas.blogspot.com.br/p/gifs-1.html


A VIZINHA DE 48

Sou moreno claro,…1,89m…74kg e moro em São Paulo-capital.A história que vou contar aconteceu a exatamente um mês e por ter sido algo diferente me fez gostar ainda mais de mulheres experientes.
Era uma quinta –feira ,dia de feira na rua do meu prédio(eu estava de férias do serviço),e a pedido da minha mãe que estava ocupada na cozinha,fui até lá para comprar morangos pois ela iria fazer um bolo.É muito raro eu ir até a feira pois não gosto muito da agitação e da gritaria…. 

Enquanto passava pelas barracas pude perceber do outro lado da rua ,Dona Lucia,uma senhora de 48 anos,baixinha e meio gordinha(mais ou menos 1,60m e 70kg)…sempre gostei de mulheres mais velhas,mas nunca havia reparado nela pois além de seus padrões físicos serem diferentes do que eu estava costumado,aquela senhora não usava roupas provocantes e nem maquiagem…. 

Ela tem um rosto bonito até para a sua idade,cabelos lisos na altura dos ombros e seios fartos…nesse dia ela usava um desses vestidos de tecido bem levinho que destacavam bem o seu bumbum grande e seus seios fartos.Ela sempre demonstrou ser uma mulher séria e principalmente por ser casada…… 

Foi então que sem querer nos encontramos numa barraca de frutas e ela com aquele jeito sério me cumprimentou, o que aliás era comum pois no prédio todos tem esse costume….enquanto ela escolhia laranjas eu dava uma olhada nos morangos e foi quando ela derrubou uma laranja e se abaixou para pega-la no chão.Nisso uma das alças de seu vestido caiu e quando então ela se levantou foi possível ver uma parte de seus seios……jamais imaginei que pudesse sentir tesão ao ver os seios grandes e já meio caídos de uma senhora de 48 anos,mas o fato dela ser uma mulher mais velha me excitou muito.Ela meio sem jeito se recompôs e logo quis sair de lá pagando as laranjas meio que afobada….pude perceber o quanto aquela senhora havia ficado constrangida com a situação.Aquela cena mexeu comigo e então resolvi a pretexto de comprar mais coisas segui-la meio que discretamente para tentar um papo ou uma aproximação.Foi quando numa barraca de verduras eu cheguei por trás e meio que sem jeito pois também sou um cara muito tímido disse:

”Oi de novo”!!…..ela meio que sem jeito pelo que havia acontecido me disse oi e deu um sorriso discreto.Pensei comigo que algo teria que ser feito para quebrar aquele gelo e então ao perceber que Lucia estava bem carregada de compras e eu apenas com uma caixa de morango,disse:”A senhora quer uma ajuda?!”….e então ela disse:”Não,não..obrigado”…aí eu tornei a insistir:”Nós moramos no mesmo prédio Dona Lucia….a senhora não quer que eu deixe pelo menos uma sacola com o porteiro?!Já estou indo pra lá”….foi então que ela me disse:”Tudo bem…eu aceito,mas também já estou indo pra casa…..só vou pagar aqui”……pensei então que seria a minha oportunidade de subir com ela até o oitavo andar onde ela morava.Chegando na porta do elevador ela me agradeceu para que eu pudesse ir para o meu apartamento que era no primeiro andar,mas foi então que resolvi arriscar e dizer:”Dona Lucia…pode deixar que eu levo pra senhora até lá em cima” e ela meio que nervosa com a situação insistia que não havia nescessidade……Insisti mais um pouco e ela acabou cedendo.

Dona Lucia é mãe de dois filhos….O Rafael de 23 anos e a Mariana de 22;Ela também é casada com um senhor que sempre entrava sério no prédio e não era de muita conversa.De manhã ela sempre ficava sozinha pois seus filhos e marido trabalhavam o dia inteiro.Chegando lá eu entrei para deixar as compras na cozinha e então sem saber mais o que dizer disse que ia descer…..ela por educação me ofereceu algo pra beber e pra surpresa dela eu aceitei um copo de café.Sentamos na mesa das cozinha e começamos a conversar sobre o tempo que estava muito quente e tal…..aí eu disse que aquele vestido dela era bem levinho e parecia ser bem “fresquinho” para a ocasião….percebi que ela ficou sem jeito de novo….eu procurava olhar fixamente em seus olhos e nos seus seios para que ela pudesse perceber a minha intenção….ela já estava meio encabulada e disse que precisava lavar roupa e tal……

Eu estava de short de nylon e quando levantei foi inevitável esconder a minha excitação e ela logicamente percebeu pois ele estava totalmente duro.Foi quando tive uma idéia meio absurda de derrubar o café no meu shorts e quando o fiz ela disse:”Nossa!!Queimou?!Espera um pouquinho que eu vou pegar um pano com água!!”…ela pegou um pano e para a minha tristeza ela não me limpou….apenas me deu para que eu me limpasse…porém,esse tipo de short fica totalmente transparente quando molhado e ao limpar na região do meu pau era possível ver o contorno dele direitinho….a cabeça,a expessura……ela olhava eu me limpar e aí então percebi que começou a ficar diferente….perguntou se eu queria um short velho do filho dela emprestado para não voltar assim para casa……eu aceitei e então fomos até o quarto dele……ela pegou um short e me deu dizendo que iria sair para que eu pudesse me trocar.Foi então que eu na porta do quarto disse:”Não precisa sair não!!Não tem nada de mais”….comecei a tirar o short e enquanto ela disfarçava arrumando a cama de seu filho eu disse:”Acho que vou tirar a cueca também pois ela está toda molhada”……ela nada disse mas percebi que ficou agitada e começou a olhar discretamente eu abaixar a minha cueca…foi quando não resisti e com ele duro comecei a punhetá-lo devagarinho…percebi que ela ficou vermelha de vergonha e então eu disse:”pode me ajudar?”…ela disse:”é so colocar o short agora”………eu disse:”Coloca pra mim”……ela veio sem dizer uma palavra se quer e começou a subir o short …na altura do meu pau ela esbarrou a mão esquerda e depois de terminar disse…

”Pronto!Agora vc está novo em folha”.Ela ficou sentada na cama sem jeito e olhando para o chão…….abaixei o short e comecei a punhetá-lo na sua frente..próximo ao seu rosto…..depois peguei a sua mão tremula e a fiz segurar no meu pau……ela segurou mas ficou parada e eu então comecei a fazer os movimentos com a minha mão sobre a mão dela para que ela entendesse o que eu queria……..Tirei a minha mão e ela continuou fazendo movimentos nele bem devagarinho como se estivesse com medo….

Comecei então a empurrar o meu corpo para frente em direção a sua boca……ela se esquivou na primeira,mas consegui com a minha mão guiá-lo até a sua boca…ela parecia uma pedra de gelo e então comecei a esfregar a cabeça do meu pau no seu rosto de leve…passei ele pelo seu pescoço e me aproximei de seus lábios…Passei a cabeça do meu pau nos seus lábios de cima e de baixo……ele estava muito duro..batia de levinho ele na sua boca……foi quando então ela abriu de leve a sua boca e eu penetrei aquela boquinha quentinha e molhada…..como ela estava tímida em me chupar eu comecei a meter em sua boca de levinho e aí então ela resolveu pegar no meu pau e passar a língua nele….segurei na sua cabeça e puxava contra o meu pau enquanto sentia a boca daquela senhora de 48 anos me sugar gostoso.

Enquando me chupava,percebi que ela abria as pernas e se mexia muito como se estivesse com muito tesão mesmo….Ela chupava muito gostoso e sempre de olhos fechados talvez por estar fazendo aquilo na cama de seu filho.Eu sentia meu pau muito molhado em sua boca e ela chupava muito bem.Aí então tirei ele da sua boca e me agaichei na sua frente…..ela imóvel não fez nada pra impedir e então comecei a passar as mãos em suas pernas……..fui subindo e passando nas suas coxas…Ela tinha coxas grossas e macias..comecei a beija-las começando pelo joelho..depois suas coxas e fui chegando na virilha..eu passava língua na sua virilha e ela tremia e tesão,mas sem falar nada…apenas se contorcia…depois comecei a passar a minha língua por cima de sua calcinha…mesmo por cima pude perceber ela ensopada….no inicio achei que poderia ser suor,mas ao sentir aquele cheiro gostoso puder perceber que se tratava de pura excitação mesmo….aquela senhora estava doidinha para gozar….

Comecei a enfiar a minha língua pela lateral da calcinha e sentir aquele gosto….subia a língua pra cima e para baixo tocando a pontinha dela no seus lábios vaginais…..ela tava doidinha e eu então puxei a calcinha para o lado e comecei a chupar com vontade aquela buceta melada…..Passava minha língua pra cima e para baixo….a pontinha dela no seu clitóris e leves chupadinhas nele……eu sentia que ela ficava doida quando eu chupava o clitóris……

Mal tinha começado a chupar aquela senhora e já comecei a sentir aquela buceta se contrair…..ela estava prestes a gozar e então acelerei com a minha língua e o inevitavel aconteceu..ela começou a gozar na minha boca com tanta força que senti seu liquido espirrar na minha cara…..era muito gostosa aquela sensação…Sentir aquela senhora gozar na minha boca e me deixar com o rosto todo molhado……..Foi quando então não resistindo mais peguei uma camisinha na minha carteira e coloquei no meu pau…

Ela nesse momento se levantava para se recompor e acho que ela havia pensado que teria terminado e quando estava de costas pra mim arrumando a saia,eu cheguei por trás e meti meu pau de uma vez na sua buceta…..ela então ficou de quatro na cama e eu comecei a meter por trás na sua buceta…ela tinha uma bunda enorme e meio caída até pela idade e pelo seu peso,mas era muito gostoso meter naquela buceta……seus seios pulavam para fora enquanto eu puxava o seu corpo contra o meu pau…eu estocava bem forte e ritmado em sua buceta…elas estava toda arreganhada pra mim…..

Tirei o meu pau de dentro,peguei ele e comecei a passar a cabeça na portinha dela….esfregando e ela ficou doidinha….depois meti novamente até o fundo…..era gostoso sentir aquela buceta enxarcada e quanto mais eu metia ,mais ela ficava molhada…….o barulho da buceta molhada com o meu pau duro era maravilhoso!!Depois virei ela de frente…chupei os seus enormes seios meio caídos,mas super macios e começamos a meter de frente…ela de pernas abertas e escancardas pra mim e eu metendo sem parar e bem rápido…Meu corpo estava suado e todo molhado do gozo daquela mulher que transava na cama de seu filho.Nesse instante ela já estava toda nua….seu vestido jogado no chão…sua calcinha ensopada no travesseiro do seu filho e eu metendo naquela senhora que não parava de gozar e a cada orgasmo era um banho de porra na cama……com certeza o lençol não foi suficiente para tanta porra……Depois de uns 15 minutos metendo naquela buceta no “papai e mamãe”,senti que iria gozar…e que iria gozar muita porra também…senti sua buceta contraindo de novo e então tirei meu pau de dentro,e deitei num 69 com ela…ela ficou meio assustada,mas comecei a chupar novamente sua buceta e ela o meu pau com muita vontade….quando derrepente comecei a gozar muito forte em sua boca……ela com muito tesão fez o mesmo comigo e começou a gozar na minha boca…deixou o meu rosto enxarcado..percebi que ela tirou o meu pau da boca pois eu gozei muito e ela provavelmente não haia conseguido engolir tudo……. 


A cama de Rafael ficou totalmente “Gozada” e ela foi obrigada a não só lavar o lençol,mas também lavar o colchão……….Depois ela me confessou que nunca havia gozado tanto e jamais havia transado com outra pessoa que não fosse seu marido. Depois dessa vez tivemos muitas outras vezes cada vez melhores e eu passei a gostar ainda mais de mulheres experientes independente de serem magrinhas,gordinhas,feias ou bonitas…percebi que nem sempre um corpo perfeito é uma boa transa….aliás,hoje em dia tenho muito mais tesão por um corpo maduro com seios ou bumbum grandes, desde que seja de uma mulher experiente que goste de sexo tanto quanto eu. 


Hoje tenho namorada,mas continuo saindo com mulheres mais velhas com toda segurança,sigilo,respeito,amizade e principalmente muito prazer.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

ADORO CHUPAR



Olá! Me chamo Carla teho 27 anos, morena, seios fartos, bumbum grande, 1,60 e tenho 72 kg.  Me descrevi porque quero que vocês entendam  o meu caso e se satisfaçam com o meu  fetiche predileto. Chupar.

Quando eu ainda era uma menina, eu tinha muita vergonha do meu corpo em comparação aos das minhas amigas,  por ser gordinha estava completamente fora do padrão das gostosinhas da escola. Elas sempre estavam em flertes com os gatos da escola e eu sempre era uma boa conselheira, mas tinha um trauma de não ser, assim, tão desejada pelos meninos bonitos, pra ser sincera nem pelos feinhos, já que os esquisitinhos eram tão tímidos como eu. Passei a época do colégio todo, conhecendo todas as situações dos outros, mas so eu  sabia, o quanto sofria internamente com as minhas frustrações. Não que eu  nunca houvesse estado com um garoto, sim estive,  foi gostoso com alguns mas  sempre beijos, porque como disse, eu tinha vergonha  do meu corpo,  e  exibi-lo para alguém me preocupava demais. 

Tirei algumas casquinhas, sim, como por  exemplo: Em um amasso com um gatinho, num canto reservado de uma festa, ele pegou minha  mao durante um beijo e colocou no seu pau, por cima da calça. Foi a primeira vez que senti um pau. Ele estava duro, eu apertei para senti-lo, com uma força tão grande pois parecia que estava apertando uma pedra, eu queria senti-lo, pega-lo, mas a timidez, ou preocupaçao,  sei lá... Bobeira mesmo, não deixei passar desse ponto. Outra  vez fui mais ousada em uma viagem, um garoto desconhecido, também na hora do beijo pegou com as duas mãos meus seios, como eu não o conhecia e nunca mais ia vê-lo deixei ele abusar um pouco mais. No  meio do beijo, intenso, ele segurou meus seios por cima da blusa mesmo e eu não o bloqueei, então ele foi mais ousado e colocou as mãos por dentro. Senti minha bucetinha encharcar de um segundo para o outro, o tesao foi enorme, ele tirou meus seios para fora e começou a chupa-los, depois foi esfregando minha bucetinha por cima da calça mesmo, eu sei lá... não sei, se aquilo foi um orgasmo, mas  estremeci por inteira. Ele tirou seu pau para fora, foi a primeira vez que vi um pau, peguei nele, o apertei forte, tava duro.  Mas logo veio as encucaçoes sobre meu corpo, fui perdendo o tesao e pedi para parar. 

A grande virada aconteceu quando uma amiga minha descreveu para um grupinho de amigas, uma chupada que ela deu num cara, o que me chamou a atenção, nem foi todos os detalhes e sim de ela estar vestida. Pensei comigo, isso eu posso. 

Numa  das primeiras festas da faculdade um gato se aproxima de mim no barzinho do salão e começa com aquele papo furado, ele era um daqueles que vão para essa festa para conseguir catar a maior quantidade de meninas, para depois se gabar para os amigos, eu saquei ele. Era um moreno, corpo bonito, rosto bonito e estava ainda bem no inicio da  festa. Ele começou com aquele papo no pé do ouvido e falou que queria me dar um beijo. Nos beijamos ali e logo quando acabou ele já estava querendo sair para ir com os amigos, quando eu o puxei e perguntei se ele estava de carro. Ele falou que sim, mas que estava  dando carona para alguns amigos. Eu acho que ele achou que eu queria que eu fosse embora com ele. Falei que gostaria de ir ate o carro dele naquele momento. Ele ficou surpreso me pegou pela mao e fomos. Chegando lá já começamos a nos beijar, ele já agarrou meus seios e começou a chupa-los por cima da blusa, mas para não haver problemas eu já me adiantei e iniciei ali o maior prazer da minha vida ate hoje, chupar um pau. No meio daquela agarração eu pedi para ele parar um pouco,ele  aprou, me olhou. Eu olhei e já abaixei minha cabeça em direção ao seu pau, abri sua calça e pela primeira vez estava frente a frente e decidida. 
Agarrei aquele pau, comecei a punheta-lo, o beijei, passei a língua em volta e o abocanhei com todo gosto, sentia a mao dele percorrer minhas costas,ate tentava a chegar no meu bumbum, mas quando sentia isso, aumentava o ritmo e o levava  a loucura. Fui batendo e chupando ate que ele avisa que  ia gozar... sinto que vai explodir a qualquer momento, ainda dou uma sugada, tiro a boca e seu gozo explode em minhas mãos, uma misera gotinha cai no meu rosto. Me levanto, o cara ta todo molinho, me da um abraço desconcertado e pergunta se podemos entrar e beber algo, que aceito. Chegando ao bar ficou aquele clima meio estranho, ele falou que ia ali, saiu e não o vi mais e nem queria. Adorei chupar, satisfaço meus desejos, o  do homem e não mostro o corpo. Achei que estava ótimo.

Praticamente depois dessa noite eu iniciei uma peregrinação de boquetes, eu queria conhecer todos os paus possíveis, de conhecidos, desconhecidos, ate hoje se me atraiu por um homem, eu já penso no pau dele. O segundo, também foi um garoto em uma festa, acho que ele estava mais nervoso do que eu, foi rápido, me ajoelhei na frente dele e rápido vi que ia  gozar, me protegi do esperma com a mao e depois também não, nos vimos mais. Houve mais uns 3 desses casos assim, eu já ia para uma festa com minhas amigas,  bolando um  plano para chupar algum menino. Depois de uns 3 meses eu fui mexer num vespero, cheguei tarde de uma festa,  havia bebido um pouco mais da conta e não tinha visto oportunidade  de chupar ninguém. Cheguei no meu prédio e o porteiro avisou que a porta do elevador do térreo estava emperrada e que ou eu descia e pega-se pela garagem ou subiria ate o primeiro andar. Obvio que preferi descer a escada.

De  frente para o elevador tem uma porta e a escada que desce para os 3 subsolos.
Desci ate o S1 e quando abro a porta que sai do corredor, também estava esperando um homem casado do prédio, ele estava com uma mala pequena de viagem, portanto estava chegando. Ele é daqueles homens de mais ou menos 40 anos que vc olha e pensa: “se não fosse casado eu casaria com ele hoje mesmo” Um gato! Tomei uma coragem e perguntei para ele enquanto esperávamos o elevador: - Posso te pedir uma coisa. Ele todo educado disse claro que sim. Entao eu o pedi um beijo. Ele  sorriu e disse que não era uma boa ideia. Que era melhor eu subir, tomar um banho e dormir. Eu insisti e me joguei em seus braços. Ele se soltou, delicadamente, tirou meus braços de seu etorno e falou: - Melhor pararmos por aqui. Eu o soltei mas não queria desistir. Entao deixa eu te pedir so mais uma coisa? Ele falou claro, mas já me olhava diferente. – Deixa eu  ver seu pau? Ele sorriu e pediu para eu ir para casa. Eu estava com um top que deixava meus peitos quase pra fora, vi que ele olhou para eles. Eu fui para perto dele e falei em seu ouvido: - Eu te acho um tesao. Nessa hora foi a primeira vez que estive de frente para um homem de verdade.  Eu não sentia insegurança nele.
Ele olhou para os lados, como se tivesse vasculhando pra ver se tinha alguém. Me  segurou pela mao, abriu a porta do corredor de onde eu tinha saído, entrei com ele, fechou a porta, olhou pra mim... até hoje me lembro dele  e suspiro. 

O cara me colocou de frente pra ele e de costas para a parede, me olhou nos olhos e quando eu pensei que ele ia me beijar, ele com as duas mãos abaixa meu top, meus seios saltam, ele então começa a chupa-los. Eu sempre tive o controle da situação,  mas ali estava entregue. Ele então puxa meu corpo contra o seu, mas não me abraçando pelas costas e sim com as duas mãos não minha bunda, sinto seu pau duro na minha barriga. Entao ele pede: - Vai... chupa...  Oba! Pensei. Me ajoelho e tiro aquele pauzao pra fora e começo a chupa-lo da mesma maneira de todos, quando estava usando  todas minhas técnicas ele muda tudo.  Pega minha cabeça e começa a jogar de encontro ao seu pau, praticamente estava comendo minha boca. Eu estava realizada o chupava com vontade, então ele avisa que vai gozar, quando vou me preparando para tirar a boca, ele fala não não. – Vou gozar na sua boca. Eu pensava que isso nem podia fazer... Mas logo sinto o esperma invadir minha boca, jatos no meu céu da boca, ele pediu para eu não parar e eu não parei, seu  gozo escorria pelo meu rosto caindo nos meu seios. 

Ele me levantou, arrumou um lenço e me limpou. Eu estava feliz mas cançada, ele falou para irmos para nossas casas, eu falei para ele ir que eu iria depois. Ouvi o elevador subindo e subi logo depois.
Eu so fui transar depois de praticamente um ano e meio depois do primeiro boquete. Achei um garoto legal que  dizia gostar de gordinhas e ele me tratou muito bem mesmo, namoramos por 4 meses. Depois tive outros relacionamentos. Aquela insegurança juvenil ficou por lá mesmo. E eu so vim ate aqui  escrever esse conto, contando essas historias de dez anos atrás, porque hoje sou noiva de um cara bem legal nos damos super  bem em todos os quesitos, mas o tesao que me deu para eu vir escrever esse conto é que acabei de chupar o gerente da minha conta bancaria.
Estava na mesa dele, conversando sobre um financiamento e percebi que ele não tirava os olhos do meu decote. Fui arrastando a conversa, segurei na mao dele e no final ele se prontificou a me levar ate o carro.Chegando no carro eu perguntei se ele não queria entrar... ele entrou... Logo que estava ali,  já me enrolei em seus braços e durante nosso beijo, já procurei seu pau. Quando o encontrei, já estava duro, tirei pra fora o punhetei um pouco e já cai de boca bem ali no estacionamento. Chupei, babei, chupei mais, ate ele gozar na minha boca, depois limpei tudinho.

Depois desse tesao todo vim ate aqui contar minnha historia pra voces, espero que gostem.

COMISSAO DE FRENTE POST 8

CLIQUE AQUI

ou

NA IMAGEM 

E VEJAM 50 FOTOS - SÓ COMISSÃO DE FRENTE


http://bomdiasenhoritas.blogspot.com.br/p/comissao-de-frente-post-8.html

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

UM CASAL E SEUS SEGREDOS

Olá sou casado a cerca de 6 anos e eu e minha esposa somos jovens e nossa vida sexual é dividida em 2 partes muitos distintas e uma dessas, inesquecivel. Primeiro vou começar dizendo como somos,eu tenho 1 metro e 81 cm,74 kg e sou branquinho,ela tem 1 metro e 54,6- kg e é toda rosinha,nos conhecemos há


10 anos e desde então estamos juntos!!!

Minha esposa é daquelas mulheres,bem reservada e que gosta muito de ser beijada e que eu diga frases apaixonadas para ela,nossa vida sexual começou em quase 2 anos de namoro,por muito tempo o sexo não foi uma das principais intenções do nosso relacionamento(principalmente por causa dela);
Aí tudo mudou(primeira parte),após casarmos,tentei implementar coisas novas no nosso relacionamento(na verdade todo homem quer que a sua esposa seja tão puta como as atrizes pornos),aos poucos e bem poucos mesmo ela foi cedendo aos meus pedidos,primeiro ela quebrou o tabu de não deixar gozar na boca(ela faz mais odeia e sinto isso),depois foi o tabu de me deixar passar a lingua no seu rabinho(esse ela adora hoje),logo depois foi o de deixar eu enfiar o dedinho na sua bunda(hoje em dia ela só goza assim) e por fim o tabu de sexo anal(ela até gostou,depois de muitas tentativas).

Mais aí ela engravidou(segunda parte),após longos quase 2 anos após o nosso filho nascer,nossa vida sexual foi ficando fraca,ela me dizia "você não sabe como é depois que temos filho,nosso tesão diminui",mais de vez enquando faziamos safadezas,mais eram tão raras que nem dava tempo de lembra-las,aí eu conheci o lado sexual da internet,todas as noites eu a procurava na cama e ela sempre me dizia que não tava afim,ou tava com dor ou tava cansada e isso me revoltava,aí eu acordava e ia ao PC para me satisfazer na net e ela vira e meche me pegava com o pau na mão e dizia que aquilo era uma humilhação pra ela,mais e pra mim não? Foram quase 6 meses dessa vida,negando e indo me ver batendo punheta na net(eu acho que ela se excitava vendo aquela situação),aí ela começou a olhar pelo buraco da fechadura,começou a querer que eu tirasse a net e que eu tirasse os canais pornos da SKY,aquilo me sucumbia por dentro,poxa sou jovem e quero ter muitas relações sexuais e se possível todos os dias.

Aí quando ela não estava em casa,comecei a viciar novamente em sexo,mais agora em contos eroticos e sempre nos contos eroticos de traição e tals,fiquei viciado e mais viciado,a chegar ao ponto de nem procurar mais ela e de ficar ligado na net toda hora, num dia eu estava me masturbando na net e ela chegou,começou a chorar e pediu separação,eu aceitei e fui trabalhar,mais deixei a net aberta(saí furioso de casa), aí obviamente ela viu o que eu estava vendo e me confidenciou depois que olhou todos os históricos de navegação e tudo fixado na parte da traição! Passou uma semana por inteira ate que um dia, ela me ligou e disse:



- "Amor me desculpe,eu sei que eu que te fiz ficar assim e que tudo que está passando é por que fiquei fria,mais á partir de hoje tudo será do seu jeito,vou ser uma vagabunda na cama e pra te provar vou me produzir e mandar o G(meu filho) dormir na casa da minha mãe"
Mano fiquei desesperado quando ouvir aquilo,eu a amo muito e queria trocar todas as punhetas batidas por umas boas noites de sexo com a minha mulher!!!
A NOITE INESQUECÌVEL
Cheguei em casa e ela estava linda,toda cheirosa,com o jantar pronto,me serviu,tomamos um vinho e logo logo eu já tava de pau duro,cheguei perto dela e ela me disse:
-" Hoje será do seu jeito Amor"
Fomos pro quarto e chegando lá notei umas coisas estranhas,primeiro tinha uma venda e segundo tinha uma algema na cama(que por sinal tava propricia a uma noite de amor e sexo perfeitas),fui tirar a roupa e ela não deixou,ela me pos sentado numa poltrona,com a venda nos olhos e algemado comas maos para tras na estante do pc! E entrou no banho.

Fiquei com tesão na cena e só imaginando na hora que ela viesse do banho toda gostosa, aí ela chegou,acendeu a luz  e disse assim:
- "Hoje eu disse que seria do seu jeito não era?,então será. Passei 7 dias olhando seu histórico dos ultimos meses da internet e acho que sei qual é o seu maior prazer...VOCE ME QUER UMA PUTA NÉ?
Amigo meu coração disparou.
- Voce fica vendo contos e videos de esposas que traem? Voce se excita com isso?
Tentei argumentar dizendo que nao era o que ela tava pensando.
- Varios contos de menages, traiçoes? Videos de esposas transando com outros? Essa é a esposa que voce quer?
Eu estava muito nervoso, pedi para ela tirar a venda para conversarmos, mas ela falou que nao que hoje seria do meu jeito.
- Hoje voce vai saber mesmo se é isso que voce quer! Voce me fez ir numa sex shop, foi o dia que senti mais vergonha de entrar em uma loja, e gastei do seu cartao quase 1.000 reais, quero saber se é assim que voce gosta.
Eu nao sabia mais o que dizer, estava envergonhado, apesar de todos aqueles contos e videos serem excitantes para mim, naquele momento me vi arrependido, me achei pervertido, ate preferi estar de venda mesmo. Acho que ela percebeu meu estado entao mudou um pouco o tom.

Ela veio ate meu ouvido e falou com uma voz sexy: - Voce gostaria de ser corno? Imediatamente falei que nao, que nao era isso e coisa e tal. Ela me deu um tapinha no rosto e disse: - Será que todo corno quer ser viado? Eu  falei  que ja estamos passando dos limites, ela sorriu alto, vamos ver se voce gosta dos limites.

Ela tirou a venda dos meu olhos e  encima da cama tinha um verdadeiro arsenal de vibradores, tinha varias replicas de picas, umas menores outras maiores, tinha uma branca, tinha uma que se assemelhava a um pau moreno, tinha duas picas de negro uma normal e uma bem grande, tambem tinha outras coisas que nao consegui saber o que era. Pensei comigo, ufa....

Aí a festa começou, minha esposa estava com uma camisola preta,transparente e com uma calcinha roxa fio dental(uma gostosura),ela deitou-se na cama de frente para mim abriu as pernas pegou o vibrador de um pau branco e começou a segura-lo como se fosse uma pica e olhava pra mim e dizia:
- Já imaginou isso dentro de mim? E começou a passa-la no rosto. - Já imaginou se fosse de um cara de verdade, ele aqui na minha frente?  Batendo com esse pauzao na minha cara? Eu estava surpreso em ver aquela mulher recatada, agindo de uma maneira que eu desconhecia. Ela entao pega o outro vibrador moreno que era um pouco maior do que o outro, olha pra mim e diz:

- Ou será que voce gostaria de me ver com dois homens e esfregava os dois paus no rosto dela e nos seios? Voce acha que eu daria conta? E se eu chupasse um pau moreno desse? E ele fosse um moreno gostoso e começou a chupa-lo com tesao, passando a lingua na cabeça e engolindo depois. Ai ela perguntou; - Ta gostando de ver? Eu tentei ainda explicar o que eu via na internet... ela fingiu que nao ouviu e virou-se de quatro pra mim me mostrando aquele rabo gostoso e pegou o virador negro grande, e falou: - E se um negrao forte com um pau desse tambem quisesse me comer? Pegou o pau e começou a chupa-lo tambem, tirou da boca, ligou o vibrador dele e começou a passar por cima de sua calcinha e a gemer baixinho. Eu fui ainda tentar explicar sobre os contos quando ela deu um salto veio pra perto de mim e disse:

- Voce ta dizendo que nao era isso que quer? Ela pegou e apertou o meu pau por cima da calça e constatou que estava duro e sorriu. - Ta dizendo que nao quer mas ta excitado? E bem proximo de mim começou a chupar o pau moreno. Eu realmente estava com um tesao incontrolavel e pedi para ela tirar as algemas. Ela disse: - Daqui a pouco, antes voce vai ver um pouco mais.

Ela se ajoelhou na cama de frente pra mim, posicionou um vibrador por baixo e foi sentando nele lentamente e gemendo... ela dizia: - Ai amor olha que pau gostoso, ta entrando na minha bucetaaaa! Eu estava sem respostas, sentia meu pau durissimo. Ela foi fazendo o movimento de sobe e desce no pau, pegou um outro do seu lado e brincou olhando pra mim: - Será que nao tem um outro macho para eu chupar enquanto dou para esse? Pegou o outro pau e o chupou com maestria, enquanto cavalgava no vibrador que estava em baixo. Ela começou a se movimentar mais rapido e gozou me olhando nos olhos. Foi quando ela veio ate mim e falou, tadinho desse corninho quer participar? Eu comecei a entrar na brincadeira dela e disse que "sim". Ela entao veio ate mim, me deu um beijo na boca, deu seus seios para eu chupar falou que iria me deixar sem calça para ela ver se eu tava com tesao de sua esposa  ter virado uma puta. 

Abaixou minha calça e constatou o obvio, meu pau estava durissimo, ela entao falou:
-Nossa o corno ta excitado. Eu pedi a ela para parar de me chamar assim que eu nao tava gostando... Ela pareceu ficar brava saiu de perto de mim pegou o pau negro, o maior que tinha, veio com ele perto do meu rosto, eu pensava que ela ia me bater com ele. Mas parou com ele na minha frente, ela  ficou de pé na minha frente, me olhou, pegou aquele pau enorme e começou a penetra-lo a buceta dela e olhando  pra mim com cara de safada, falou com uma voz bem sexy: - Entao diz que nao ta gostando de ve-lo entrar  (ela deu um gemido alto quando a cabeça sumiu dentro dela) aaahhhhhhh... na minha bucetinhaaaaa.... Meu pau pulsava de tesao... Me rendi e disse que sim. Ela perguntou se queria que fosse um negrao de verdade fodendo ela, isso enquanto ela ia o colocando mais. Eu disse que nao que assim tava bom. Ai ela disse pra me provocar que ela queria que fosse de verdade igual um conto que ela tinha lido. Eu ali, algemado com o pau duro, vendo minha esposa com um consolo enorme na sua buceta, e me falando putarias, coisa que jamais imaginei sair de sua boca, o meu tesao era enorme tava louco para penetra-la  com força e disse a ela que queria isso. Entao ela me provocou mais, me torturando piscicologimente. Sentou-se na cama e penetrando um dos paus na bucetinha me perguntou, enquanto gemia com o vibrador.

- Tudo bem eu vou te libertar, mas voce me promete que vai comer sua puta com vontade? Eu disse que sim, e ela continuou: - Voce me promete que vai deixar eu dar para esses paus quando eu quiser? Concordei tambem, ela continuou: - Voce quer me ver dando para outro de verdade? Discordei na hora e disse que nao, mas ela insistiu: - Mesmo se eu deixar voce  transar comigo e outra mulher primeiro? Eu  ia  dizer nao rapidamente, mas surpreendido com a questao, fui traido pensando na situaçao e por ter exitado ela me indagou antes de eu responder: - Filho da puta,  voce gosta de putaria mesmo né. E sem eu pedir ela veio em minha direçao e sentou com aquele bucetao no meu pau e começou a cavalgar forte no meu pau. Ela tava fodendo pra valer, estava muito bom, apesar da dor por estar com os braços para tras. Ela entao pega a chave ao lado e me solta.

Eu pego  aquela safada no colo a jogo na cama e começo a fode-la com vontade, com força, com ódio. Ela me fez sentir humilhado, mas tambem com muito desejo. Ela estava entregue com as pernas abertas gemia a cada estocada que eu dava. Eu tenntei mudar o dominio da situaçao e comecei a provoca-la.

- Voce sabia que puta assim gosta que goza na cara dela né? Ela dizia que sim, sabia. Entao continuei: - Pois eu vou gozar na sua boca e quero que voce engula tudinho. Ela tava completamente entregue e dizia que sim que era queria meu leitinho. Tirei meu pau da buceta dela fui ate sua boca e despejei todo o meu prazer nela. Ela chupava meu pau e meu liquido como se estivesse sedenta por isso. Fiquei realmente surpreso de ve-la sugando ate o fim e cai ao seu lado a abraçando. E quando pensei que estava sob o dominio ela se levanta e pergunta acabou? Ela se levantou pegou um dos paus e falou pra mim: - Pega esse aqui e enfia na minha buceta! Me deitei ao seu lado e comecei a penetrar seu brinquedo, ela voltou a gemer, pegou um outro e começou a chupa-lo. Meu pau nem amoleceu e ja tava duro de novo. Perguntei se ela nao queria chupar meu pau? Ela disse que nao que queria ele no cuzinho.

Eu estava realmente surpreendido com ela, afinal ela queria um DP e nao perdi tempo, coloquei ela de ladinho e movimentando o brinquedo em sua bucetinha foi procurando o cuzinho dela com o meu pau, cheguei na portinha e fui entrando lentamente enquanto ela gemia. Olhei pra ela e vi que ela chupava um pau, enquanto tava sendo duplamente penetrada. Ela gozou um gozo que nunca tinha visto. Foi um gemido alto indescritivel. Logo depois ela se desvencilhou do meu pau e dos brinquedos e ficou toda esticada na cama com os olhos fechados. Eu perguntei se ela tinha gostado, com os olhos fechados ela me disse que tinha sido a melhor da vida dela e perguntou se eu havia gozado agora. Disse que nao, mas que tudo bem. Ela se levantou da cama e disse para eu ficar em pé na frente dela, se ajoelhou na minha frente e começou a me chupar. Só que dessa vez ela apertava cada gluteo meu com uma mao e ennfiava meu pau na boca trazendo meu quadril pra frente e apertando minha bunda, meu tesao foi ao nivel maximo e anunciei que ia gozar. Ela nao parou e gozei novamente, fartamente em sua boca.

Bem assim iniciamos uma nova vida sexual. E esta cada dia melhor. Voltarei caso voces tenham gostado para contar mais (As proximas historias serao relamente surpreendentes), as sequencias, como a nossa viagem a Las Vegas ou a primeira e unica vez que fomos para uma praia nudista. Espero que possam perder um tempinho para deixar comentarios, para eu e ela lermos juntos e assim termos mais noites de fantasias e prazeres.